Código Personalizado
Notícias

Médica veterinária do Veros Hospital Veterinário alerta sobre raças que têm mais predisposição às enfermidades oculares e quais são as mais comuns nos pets

Escrito por Vet Conecta

11 JUN 2024 - 09H00

São Paulo, junho de 2024 – Conjuntivite e catarata são duas de muitas doenças oculares que podem aparecer tanto nos seres humanos quanto nos animais. Desde 2018, o mês de junho está sendo dedicado para conscientizar sobre as enfermidades oculares em humanos e nada mais justo do que abranger os pets nessa prevenção. Chamado de Junho Violeta Pet, o mês busca prevenir as principais doenças oculares dos pets.

Embora pouco divulgado, as doenças oculares em pets são relativamente comuns e podem variar em gravidade, desde problemas menores que causam mínimo desconforto até condições mais graves que podem levar à perda da visão. Com base nisso, Dra. Elaine Mello, médica veterinária especializada em Oftalmologia do Veros Hospital Veterinário listou algumas doenças oculares mais comuns em cães e gatos:

1. Conjuntivite – Para entendermos melhor, a conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva, a membrana mucosa que reveste a parte branca do olho (esclera) e a parte interna das pálpebras. Podemos dizer que em pets, como cães e gatos, a conjuntivite pode ser causada por uma variedade de fatores e pode afetar um ou ambos os olhos.

  • Sintomas: Olhos vermelhos, secreção ocular, piscadas frequentes e coceira.
  • Causas: ressecamento ocular, infecção viral, alergias, irritantes do ambiente (p.ex. produtos de limpeza voláteis como cloro e formaldeído)
  • Tratamento: Dependerá da causa inicial da conjuntivite, a qual pode ser descoberta a partir de testes oftálmicos.

2. Catarata – É uma condição ocular caracterizada pela opacidade do cristalino, a lente natural do olho, que normalmente é transparente. A catarata impede que a luz passe e chegue até a retina, resultando em visão turva ou perda de visão. A médica veterinária ainda explica que a catarata pode afetar cães, coelhos, aves e em menor frequência os gatos.

  • Sintomas: Opacidade no centro do olho e dificuldade para enxergar.
  • Causas: predisposição genética, idade avançada, diabetes.
  • Tratamento: Cirurgia de remoção da catarata e implante de lente intraocular.

3. Glaucoma – O glaucoma é uma condição ocular grave caracterizada, principalmente, pelo aumento da pressão intraocular (PIO) que pode causar danos na retina e nervo óptico, além de resultar na perda da visão. Geralmente os pets são trazidos para o veterinário oftalmologista quando já perderam a visão, mas a doença pode ser diagnosticada precocemente pelo acompanhamento da pressão intraocular e evitar a perda visual.

  • Sintomas: olhos vermelhos, visão turva, pupila dilatada, dor nos olhos.
  • Causas: Existem dois tipos de glaucoma, o primário que ocorre por predisposição genética, e o secundário causado por outras doenças oculares.
  • Tratamento: Medicamentos para reduzir a pressão ocular, cirurgia.

4. Úlceras de Córnea – “Úlceras de córnea são lesões ou erosões na superfície da córnea, a camada transparente que cobre a frente do olho. As úlceras são bastante comuns em pets, especialmente em cães de focinho curto e pálpebras grandes, e podem ser extremamente dolorosas, podendo levar a complicações graves se não tratadas adequadamente”, explica a médica.

  • Sintomas: Dor, piscadas frequentes, secreção ocular, opacidade na córnea e olho vermelho.
  • Causas: Traumas, olhos secos, cílios mal posicionados.
  • Tratamento: medicamentoso ou cirúrgico a depender da gravidade da úlcera.

5. Doenças da Retina – você já deve ter ouvido essa expressão “Descolou a retina”, mas essa é uma entre tantas outras doenças da retina em pets que podem afetar a visão e, em alguns casos, levar à cegueira. A retina é a camada interna do olho que contém células sensíveis à luz, por meio delas os neurônios são responsáveis em transmitir informações visuais ao cérebro. As doenças da retina podem ocorrer por predisposição genética, como os casos de atrofia progressiva, mas pode também ser um sintoma de outras doenças do organismo. Dois exemplos interessantes são, o descolamento da retina que pode ser um sinal de pressão arterial alta e a inflamação da retina, que pode ser um sinal de doença infecciosa.

  • Sintomas: Perda gradual ou súbita da visão, dificuldade para enxergar à noite.
  • Causas: Genéticas, inflamações, traumas, doenças sistêmicas.
  • Tratamento: depende da causa; algumas formas podem ser tratadas com medicamentos e reverter a perda visual, mas outras são progressivas e o oftalmologista veterinário pode orientar sobre como criar um ambiente acessível para o pet com baixa visão.

Raças mais propensas a doenças oculares

Algumas raças de cães e gatos são mais predispostas a desenvolver doenças oculares devido a fatores genéticos e características anatômicas específicas. Conhecê-las pode ajudar os proprietários a monitorar melhor a saúde ocular de seus pets e a buscar cuidados preventivos adequados.

Cães: Shih Tzu, Pug, Buldogues, Cocker Spaniel, Poodle, Labrador Retriever, Boxer, Schnauzer.

Gatos: Persa, Maine Coon, Birmanês, Siamês.

“Nós aqui do Veros explicamos aos tutores, que o monitoramento atento e cuidados preventivos adequados, podem gerenciar ou evitar muitos dos problemas oculares, garantindo a visão e uma melhor qualidade de vida para o pet”, explica a médica veterinária especializada em Oftalmologia.

Sobre o Veros

O Veros Hospital Veterinário é o maior complexo hospitalar de saúde animal do país. Com um investimento de R$ 50 milhões, a unidade tem capacidade de realizar cerca de 2 mil consultas e 700 cirurgias por mês, além de manter pacientes graves sob ventilação mecânica. O centro de diagnóstico por imagem é o mais completo do país, com as últimas versões de equipamentos de RX, eco e ultrassonografia, aparelho de tomografia de 16 canais e arco cirúrgico e além disso é o único hospital que conta com uma ressonância magnética de 1,5 Tesla.

vista-fotorrealista-de-vacas-pastando-na-natureza-ao-ar-livre_23-2151294282
Notícias

Como as deficiências nutricionais podem afetar a produção em ruminantes

Nos bovinos, a deficiência de fósforo é uma preocupação para pecuaristas, especialmente para os que vivem a campo. A falta de fósforo pode afetar a saúde e produtividade, sendo recomendada a suplementação supervisionada por um veterinário. Essa deficiência pode reduzir a produção de leite e causar fragilidade óssea. Em fêmeas gestantes e lactantes, pode levar a cetogênese, prejudicando a produção de leite. A Vetnil oferece o Bionew®, um suplemento que combina nutrientes essenciais, vitaminas do complexo B, aminoácidos e butafosfana, promovendo saúde e produtividade sem período de carência.

cachorro-marrom-fofo-na-loja-de-animais_23-2148872594
Notícias

Casos frequentes de leishmaniose visceral (LV) reforçam necessidade de prevenção nos cães

A leishmaniose visceral é uma doença infecciosa e zoonótica que afeta animais e humanos. Em Belo Horizonte, os casos de cães soropositivos aumentaram 53,7% entre 2021 e 2023. A prevenção é crucial, com o uso de coleiras antiparasitárias e a limpeza do ambiente sendo métodos eficazes. A coleira Scalibor da MSD Saúde Animal é indicada pelo SUS e deve ser trocada a cada quatro meses. É importante evitar passeios ao entardecer e consultar um veterinário ao notar qualquer alteração no animal.

2º dia Comportamento Canino Estratégias para minimizar doenças urinárias Treinamento como abordagem terapêutica (5)
Notícias

ONC Care, da Hill’s, traz inovação em nutrição para pets com câncer

A Hill’s Pet Nutrition lança a ONC Care, alimento para pets com câncer, destacando-se pela formulação rica e palatável. Estudos mostram que quase metade dos cães acima de dez anos desenvolverá câncer. Veterinários enfatizam a importância da nutrição e detecção precoce. A ONC Care melhora a qualidade de vida dos pets, refletindo avanços no tratamento oncológico e no bem-estar animal.

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Vet Conecta, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.