Código Personalizado
Notícias

Água é a principal fonte de transmissão de giardíase para cães e gatos

Parasita que causa da doença pode sobreviver por longos períodos em ambientes aquáticos, tornando a fonte de água contaminada uma importante fonte de infecção

Escrito por Vet Conecta

04 JUN 2024 - 08H00

A giardíase, doença parasitária do trato gastrointestinal comum em cães e gatos, é causada pelo protozoário Giardia duodenalis. Embora muitas vezes seja assintomática, pode se manifestar em alguns animais por meio de diarreia, vômitos, perda de apetite e perda de peso. Esses sintomas podem variar de leves a graves e, em casos avançados ou em animais com o sistema imunológico comprometido, pode representar um risco à vida.

Responsável por aproximadamente 1 bilhão de casos de diarreia no mundo, a Giardia pode ser transmitida quando os animais ingerem alimentos ou água contaminada com cistos do parasita. “Esses cistos podem ser evacuados nas fezes dos pets infectados e sobreviver no meio ambiente por longos períodos. Os pets podem contraí-los nas mais diversas fontes, seja em casa ou em outros ambientes”, explica Marília Scauri Costa, gerente de produtos da Pearson Saúde Animal.

A prevenção da giardíase em cães e gatos envolve medidas semelhantes às recomendadas para humanos, como garantir água potável limpa e alimentos seguros e manter boas práticas de higiene – em especial nos bebedouros e comedouros. Isso inclui, rotina rigorosa de limpeza das áreas onde os animais vivem e brincam, com o tratamento adequado das fezes dos animais, recolhendo-as e depositando-as de forma recorrente e segura.

“É importante que os tutores estejam cientes de que o risco de infecção é real e tomem medidas para garantir que seus melhores amigos tenham acesso a fontes de água limpa. É preciso evitar o contato com fontes de água nas quais, por alguma razão, a higiene não possa ser atestada. Por isso, é preciso ter atenção redobrada em passeios e atividades ao ar livre, quando houver maior disponibilidade de líquidos potencialmente contaminados”, diz Marília.

Além da prevenção e limpeza diária da água realizada pelos tutores, é importante destacar a contribuição de soluções, como Helmiben, da Pearson Saúde Animal. Com atuação rápida contra vermes e Giardia duodenalis. Com comprimidos bipartidos, ele também é seguro para filhotes a partir de 15 dias de vida.

vista-fotorrealista-de-vacas-pastando-na-natureza-ao-ar-livre_23-2151294282
Notícias

Como as deficiências nutricionais podem afetar a produção em ruminantes

Nos bovinos, a deficiência de fósforo é uma preocupação para pecuaristas, especialmente para os que vivem a campo. A falta de fósforo pode afetar a saúde e produtividade, sendo recomendada a suplementação supervisionada por um veterinário. Essa deficiência pode reduzir a produção de leite e causar fragilidade óssea. Em fêmeas gestantes e lactantes, pode levar a cetogênese, prejudicando a produção de leite. A Vetnil oferece o Bionew®, um suplemento que combina nutrientes essenciais, vitaminas do complexo B, aminoácidos e butafosfana, promovendo saúde e produtividade sem período de carência.

cachorro-marrom-fofo-na-loja-de-animais_23-2148872594
Notícias

Casos frequentes de leishmaniose visceral (LV) reforçam necessidade de prevenção nos cães

A leishmaniose visceral é uma doença infecciosa e zoonótica que afeta animais e humanos. Em Belo Horizonte, os casos de cães soropositivos aumentaram 53,7% entre 2021 e 2023. A prevenção é crucial, com o uso de coleiras antiparasitárias e a limpeza do ambiente sendo métodos eficazes. A coleira Scalibor da MSD Saúde Animal é indicada pelo SUS e deve ser trocada a cada quatro meses. É importante evitar passeios ao entardecer e consultar um veterinário ao notar qualquer alteração no animal.

2º dia Comportamento Canino Estratégias para minimizar doenças urinárias Treinamento como abordagem terapêutica (5)
Notícias

ONC Care, da Hill’s, traz inovação em nutrição para pets com câncer

A Hill’s Pet Nutrition lança a ONC Care, alimento para pets com câncer, destacando-se pela formulação rica e palatável. Estudos mostram que quase metade dos cães acima de dez anos desenvolverá câncer. Veterinários enfatizam a importância da nutrição e detecção precoce. A ONC Care melhora a qualidade de vida dos pets, refletindo avanços no tratamento oncológico e no bem-estar animal.

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Vet Conecta, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.